Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

100% Tracção

Aqui falamos das tendências no sector da maquinaria para agricultura e para floresta. É o propósito desta plataforma abolsamia.

100% Tracção

Aqui falamos das tendências no sector da maquinaria para agricultura e para floresta. É o propósito desta plataforma abolsamia.

Claas investe nos equipamentos para forragem

IMG_7973.JPG

Visitámos as instalações da Claas em Bad Saulgau, onde a marca produz os seus equipamentos destinados à recolha de forragem. Ficámos a conhecer o perfil de uma fábrica que está a admitir jovens técnicos e a elevar a um novo patamar o aperfeiçoamento e a automatização nas alfaias deste segmento.

 

É em Bad Saulgau, na Alta Suábia, uma região de extensos campos agrícolas no Sul da Alemanha, que a Claas produz os seus equipamentos da ‘linha verde’. Estamos a falar das gadanheiras Disco, dos volta-fenos Volto, dos encordoadores Liner, dos reboques auto-carregadores de forragem Cargos e Quantum, e ainda de uma série de acessórios para as automotrizes Jaguar.

 

 

Mercado de tratores recua 5,3% em 2014

foto-blog.jpg

 

Durante o último mês de 2014 foram matriculados 382 novos tratores agrícolas, números que representam uma descida de 7,5% face ao mesmo mês do ano anterior.

Já em termos acumulados, 2014 teve 4668 novos tratores matriculados, valores que revelam uma contração do mercado em 5,3% relativamente a 2013. Para este recuo muito contribuiu a queda do mercado dos compactos (-7,5%) e dos convencionais (-7,2%). Os tratores especiais (fruteiros e vinhateiros) tiveram um crescimento de 4,9% durante o período em análise.

Relativamente à distribuição do mercado de tratores novos por classes de potência, destaque para os escalões que vão dos 40 aos 88 cavalos, com uma representação de 46,9% do total de matrículas e aqueles que vão até aos 39 cavalos, com uma percentagem de 44,7. As categorias com mais de 88 cavalos ficaram-se pelos 8,5%.

Por tipo de tratores, foram registados 192 tratores convencionais, 121 compactos e 69 especiais, valores que representam variações homólogas de -14,3%, -10,4% e 27,8% respetivamente.

Agricultores receberam 830 milhões de euros em 2014

PRODER.jpg

 

 

São os dados disponibilizados pelo Ministério da Agricultura e do Mar que o afirmam, os pagamentos efetuados aos agricultores durante o ano de 2014 atingiram os 830 milhões de euros: 721 milhões no âmbito do PRODER e 109 milhões através do novo programa PDR2020 (programa de fundos comunitários que substitui o PRODER), provenientes do Orçamento do Estado.

 

Esta última verba refere-se à manutenção da atividade agrícola em áreas desfavorecidas, compensando os agricultores pelas desvantagens inerentes à produção agrícola em zonas de montanha ou aquelas que integram a Rede Natura. Trata-se, de resto, de uma medida que beneficia 112 mil agricultores.

 

Já a taxa de execução do PRODER chegou aos 93% em 2014, enquanto a do PDR2020, que abriu as primeiras medidas em novembro do ano passado, ficou-se pelos 2%.

 

O Ministério da Agricultura adiantou ainda, na nota oficial, que, como previsto, “em dezembro foram feitos pagamentos da primeira prestação de 45% do Regime de Pagamento Único (118 milhões euros), de 15% do Prémio por Vaca em Aleitamento (21 milhões de euros) e de 45% do Prémio por Ovelha e Cabra (14 milhões de euros), que complementam os pagamentos realizados em outubro”.

 

De referir que 2014 marcou a transição entre o PRODER – que vigorou de 2007 a 2013 – e o PDR2020, cuja execução irá prolongar-se até 2022. Estes programas podem ser cumpridos durante dois anos após o fim do seu período de vigência, podendo haver transferências de verbas entre programas.

Google Analytics

Copyright

O conteúdo total do blog 100% TRAÇÃO (textos, fotografias, gráficos, etc.) é propriedade única e exclusiva da NUGON, LDA, e não podem ser reproduzidos sem autorização da mesma.