Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

100% Tracção

Aqui falamos das tendências no sector da maquinaria para agricultura e para floresta. É o propósito desta plataforma abolsamia.

100% Tracção

Aqui falamos das tendências no sector da maquinaria para agricultura e para floresta. É o propósito desta plataforma abolsamia.

Quebras nos preços das matérias primas poderão afetar os mercados em 2015

cema.png 

Após o boom dos últimos três anos, a procura de máquinas agrícolas na Europa enfraqueceu em 2014, de acordo com a associação dos fabricantes europeus CEMA [1]. "Para 2014, esperamos que o mercado baixe em cerca de 5% relativamente ao ano passado", disse Richard Markwell, presidente do CEMA, durante uma conferência de imprensa realizada em Bolonha, durante a EIMA.

No entanto, o volume global de vendas para 2014 ainda representará o segundo maior nível de investimento em máquinas alguma vez alcançado pelo sector agrícola europeu.

Com um volume estimado de € 26 biliões para 2014, o mercado europeu permanecerá na posição de topo, à frente dos Estados Unidos (€ 21 biliões) e da China (€ 14 biliões).

 

johndeere.png

 

Grandes diferenças na Europa

Dentro da União Europeia (UE), o desempenho do mercado difere substancialmente: em comparação com o ano passado, mais de metade (15) dos 28 países participantes mostram uma menor procura por máquinas agrícolas em 2014, entre eles, os dois principais mercados da França e da Alemanha que, em conjunto, representam cerca de 40% do mercado total da UE. O recente declínio verificado em ambos teve um grande impacto sobre o resultado global dos negócios dos fabricantes europeus. No mercado francês os tempos áureos do ano transato deram lugar a um desempenho particularmente fraco nos últimos meses. Em Itália a situação continua em baixa; embora permaneça na quarta posição no contexto europeu, o mercado das máquinas agrícolas continua a mostrar um ligeiro declínio.
 

Baixou a procura de tratores e ceifeiras debulhadoras
Durante a reunião do Grupo, em Bolonha, Christoph Wigger, presidente do Product Group do CEMA para grandes tratores e ceifeiras debulhadoras, e o secretário-geral do CEMA, Ulrich Adam, comentaram a situação específica do mercado para tratores e ceifeiras debulhadoras.

Os tratores representam um terço do mercado europeu global de máquinas agrícolas. De janeiro a setembro de 2014, foram registados na UE 119 mil novas unidades, ou seja, menos 4 por cento comparativamente com o período correspondente em 2013. Ulrich Adam referiu que a França, o maior mercado europeu, atravessa um período menos positivo, mas que a Espanha, por seu lado, tem recuperado bem da quebra sentida nos últimos anos, tal como Portugal e a Grécia que já haviam passado por um período de recessão profunda. No que toca à Alemanha, o segundo maior mercado de tratores na Europa, as vendas de tratores mantiveram-se fortes, com um volume de vendas esperado, para este ano, de 35.000 unidades.

No que toca a ceifeiras debulhadoras, estas representam cerca de 6% do mercado total de máquinas agrícolas na Europa. Neste segmento de máquinas, as vendas caíram em cerca de 9%, para 9.600 unidades em 2014. "2014 trouxe situações adversárias para os produtores de culturas arvenses em algumas regiões", retomou Adam referindo-se às condições húmidas de colheita em França e na Alemanha, mas também às colheitas recorde nas principais áreas de cultivo de grãos e oleaginosas, como por exemplo o Reino Unido. "Houve uma intensa utilização de máquinas no campo, tendo-se observado uma maior "procura de última hora" este ano, resumiu.

 

2015: um ano de desafios pela frente
Na Europa, o mercado de máquinas agrícolas deverá manter-se desafiante ao longo de 2015. Os fabricantes veem o clima de investimento para os seus clientes prejudicado pela recente queda nos preços das matérias primas e para além disso, as novas regras para os pagamentos de subsídios da UE no âmbito da Política Agrícola Comum (PAC) a serem introduzidas em 2015, irão adicionar novas incertezas, especialmente nos países da Europa Central. Como resultado, o CEMA não está particularmente otimista, prevendo que mercado de máquinas agrícolas possa voltar a acusar alguma quebra em 2015.
Não obstante, a indústria acredita que as tendências mundiais - como o crescimento da população mundial, o aumento das zonas urbanizadas e as mudanças climáticas - continuarão a sustentar estruturalmente a procura por tecnologia de máquinas agrícolas de alta qualidade nos próximos anos.

[1] Comité Europeu de Associações de Fabricantes de Maquinaria Agrícola

 

 

 

Google Analytics

Copyright

O conteúdo total do blog 100% TRAÇÃO (textos, fotografias, gráficos, etc.) é propriedade única e exclusiva da NUGON, LDA, e não podem ser reproduzidos sem autorização da mesma.